Ombro

OmbroO ombro é a articulação de maior amplitude de movimentos do corpo humano, a mais facilmente luxável e uma das mais afetadas por patologias relacionadas ao sobreuso/impacto. A RM é um excelente método na avaliação das patologias do ombro, pois, além de diagnosticar e graduar as lesões tendíneas (tendinopatias, processos degenerativos, rupturas parciais e totais), identifica os vários tipos de impacto (anterior, superior, interno) e os fatores predisponentes , tais como artrose acrômio-clavicular, inclinação e morfologia do acrômio (que quando ganchoso ou inclinado ínfero-lateralmente causa impacto sobre tendões do manguito), além de detectar os acromiale, alterações no processo coracóide, entre outros fatores predisponentes ao impacto. Também permite avaliar o grau de atrofia muscular, que é fundamental na indicação ou não de correção cirúrgica das rupturas, uma vez que em casos de atrofia muscular significativa não é indicado cirurgia, pois o prognóstico cirúrgico é precário. Em casos em que a cirurgia é necessária, as informações fornecidas pela RM permitem não só a reparação tendínea , como a correção dos fatores predisponentes, diminuindo a possibilidade de recidivas (re-rupturas). Na instabilidade gleno-umeral (luxações recidivantes), a Artro RM é o exame mais indicado (Gold stand) no diagnóstico das lesões do lábrum-ligamentares, também diagnosticando as lesões tendíneas e ósseas associadas. A RM também é um excelente exame no diagnóstico da capsulite adesiva, fraturas ocultas e contusões ósseas, doenças inflamatórias precoces, processos degenerativs e tumorais, permitindo o prognóstico e estadiamento. A ultrassonografia é um bom método para diagnosticar as lesões do manguito rotador, tendo como vantagens rapidez e baixo custo e como desvantagens ser limitada na avaliação da atrofia muscular, nas lesões labrum-ligamentares, na detecção dos fatores predisponentes às lesões do manguito e ser operador dependente.

Por: Dr. José Coelho | Médico-radiologista